Noticias

Os advogados do Príncipe Harry contestarão a decisão do Ministério do Interior de que ele não terá mais direito a guardas policiais armados quando visitar a Grã-Bretanha PEJAKOMUNA


  • Espera-se que a equipe jurídica do Príncipe Harry argumente que a decisão foi injusta
  • A proteção foi removida quando ele deixou o cargo de membro da realeza sênior e se mudou para os EUA

Os advogados do Príncipe Harry irão hoje contestar a decisão do Ministério do Interior de que ele não terá mais direito a guardas policiais armados quando visitar a Grã-Bretanha.

Não se sabe se o duque de Sussex chegará de sua casa na Califórnia para comparecer à audiência de três dias no Tribunal Superior, quando sua equipe jurídica deverá argumentar que a decisão foi injusta.

Sua proteção financiada pelo contribuinte foi removida depois que ele deixou o cargo de membro sênior da realeza e se mudou para os EUA com sua esposa Meghan.

O caso desta semana irá considerar a decisão de fevereiro de 2020 do Comité Executivo para a Proteção da Realeza e das Figuras Públicas, conhecido como Ravec, de retirar o seu direito automático a tal proteção.

Ele diz que não se sente seguro em trazer a sua família para a Grã-Bretanha sem protecção policial e que os guarda-costas privados não podem igualar os poderes e a capacidade de recolha de informações da polícia.

Ele diz que não se sente seguro em trazer a sua família para a Grã-Bretanha sem protecção policial e que os guarda-costas privados não podem igualar os poderes e a capacidade de recolha de informações da polícia.
Seus advogados já questionaram se membros da Casa Real estavam envolvidos na decisão de retirar sua proteção policial automática (na foto – Harry deixa o Supremo Tribunal de Londres em março deste ano)

Os seus advogados já questionaram se membros da Casa Real estiveram envolvidos na decisão de retirar a sua protecção policial automática.

Descobriu-se que Sir Edward Young, o secretário particular assistente da falecida rainha, e o conde de Rosslyn, o lorde administrador da casa do príncipe Charles, faziam parte do comitê Ravec na época.

Harry, de 39 anos, já perdeu um processo no Tribunal Superior no qual argumentou que deveria ter permissão para pagar pela proteção policial para si e sua família quando estiverem no Reino Unido.

Mateus

Hello, I'm Mateus, the voice behind this blog. I am a passionate Writer, dedicated to sharing my knowledge and experiences with you. I've been Writing Megazine Blog for 5 years, and I'm passionate about bringing you informative and engaging content on macdonnellofleinster. My mission is to Create Information. I believe that it can. Feel free to contact me via [email protected] with any questions or collaborations. Thank you for visiting my blog, and I hope the content is enjoyable and informative! Follow me on Social Media for more updates and insights on News Articles. Warm regards, Mateus

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button