Noticias

Guerra de precisão barata – POLITICO PEJAKOMUNA


Esta transparência no campo de batalha é inestimável para a artilharia e as forças aéreas atacarem os alvos. Até recentemente, a “imprecisão” teria sido a forma mais gentil de interpretar os milhares de tiros necessários para garantir alguma confiança de que um alvo poderia ser destruído. E dados os caprichos do clima, do vento e de uma série de outros fatores, mesmo com rastreamento visual e em tempo real de alvos e computadores modernos calculando balística precisa, muitas vezes ainda são necessárias centenas de projéteis de artilharia “burros” lançados a distâncias de 32 quilômetros para destruir um alvo. alvo. Mas as munições de precisão do século XXI resolvem este problema.

É esta combinação de informações quase perfeitas provenientes de drones e ataques quase perfeitos de munições guiadas que é nova no campo de batalha. Não precisamos mais de milhares de cartuchos; a máxima de hoje é “um tiro, uma morte”.

Depois, há a profunda mudança no custo. Os drones de observação de curta distância podem agora ser comprados nas prateleiras, e mesmo os drones de nível militar com lasers designados para alvos carregados com munições de precisão custam uma fracção do custo dos HIMAR – a arma icónica do conflito na Ucrânia. E embora os HIMAR ainda sejam importantes, requerem dezenas de lançadores de milhões de dólares, dezenas de veículos de apoio e centenas de tropas para os disparar, reparar e reabastecer. Os drones guiados com munições de precisão, por outro lado, são uma guerra barata.

É claro que, para as tropas da linha da frente de uma brigada ucraniana ou de um batalhão russo Spetnaz que luta de porta em porta em Bakhmut, estes itens podem ter pouco efeito directo, excepto para reduzir os fogos de apoio ou atrasar as munições necessárias. Na linha de frente, os soldados entendem as palavras do historiador TR Fehrenbach, de que “você pode voar sobre uma terra para sempre; você pode bombardeá-lo, atomizá-lo e limpá-lo da vida – mas se deseja defendê-lo, protegê-lo e mantê-lo para a civilização, você deve fazer isso no terreno, como fizeram as legiões romanas – colocando seu soldados na lama.”

Mas para a cadeia de abastecimento do campo de batalha, esta mudança significa tudo.

A Ucrânia está agora a resolver o antigo dilema militar de como encontrar, consertar e acabar com o inimigo – e fá-lo com baixo custo financeiro. Hoje, a capacidade de uma força militar tirar partido da distância e da geografia para esconder o seu material e forças longe das linhas da frente é quase inexistente, e isto é algo que está a mudar significativamente a natureza do combate táctico.





Source link

Guerra

Hello, I'm Guerra, the voice behind this blog. I am a passionate Writer, dedicated to sharing my knowledge and experiences with you. I've been Writing Megazine Blog for 5 years, and I'm passionate about bringing you informative and engaging content on macdonnellofleinster. My mission is to Create Information. I believe that it can. Feel free to contact me via [email protected] with any questions or collaborations. Thank you for visiting my blog, and I hope the content is enjoyable and informative! Follow me on Social Media for more updates and insights on News Articles. Warm regards, Guerra

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button