Noticias

A guerra Israel-Hamas se intensifica à medida que crescem os protestos sobre a crise de Gaza PEJAKOMUNA


7h25 horário do leste dos EUA, 17 de novembro de 2023

O que sabemos sobre o que Israel encontrou em Al-Shifa

De Sophie Tanno da CNN

Soldados israelenses caminham no complexo hospitalar Al-Shifa, em Gaza, nesta imagem estática de um vídeo das FDI obtido em 15 de novembro.

Forças de Defesa de Israel/Reuters

O maior hospital de Gaza, Al-Shifa, tornou-se um ponto crítico no conflito que começou quando militantes do Hamas cruzaram a fronteira para Israel em 7 de Outubro, matando cerca de 1.200 pessoas.

Os palestinos dizem que os combates em torno de Al-Shifa são prova do desrespeito desenfreado de Israel pela vida civil em Gaza, enquanto Israel aponta o hospital como um exemplo do uso de civis pelo Hamas como escudos humanos.

Desde o lançamento de uma operação em Al-Shifa esta semana, Israel disse ter encontrado um túnel e equipamento militar, mas ainda não apresentou provas de um centro de comando e controle em grande escala.

Aqui está o que sabemos até agora:

O que Israel diz? Israel acusou repetidamente o Hamas de operar a partir de túneis sob o vasto complexo do hospital Al-Shifa.

Numa apresentação à imprensa no mês passado, o porta-voz militar israelita, Daniel Hagari, afirmou que o Hamas estava a dirigir ataques com foguetes e a comandar operações a partir de bunkers por baixo do edifício do hospital, que, segundo ele, estavam ligados à rede de túneis que o Hamas tinha escavado sob a cidade de Gaza.

A IDF também publicou um vídeo ilustrado “baseado em inteligência” de como afirma ser a sede do Hamas sob o comando de Al-Shifa. O vídeo mostra um diagrama 3D do hospital, que se move para mostrar uma rede animada de supostos túneis e salas de operação.

A Casa Branca apoiou as alegações de Israel, dizendo que o Hamas estava armazenando armas e operando um centro de comando do hospital Al-Shifa em Gaza, citando a inteligência dos EUA.

Negações do Hamas: As reivindicações de Israel foram veementemente negadas pelo Hamas e pelas autoridades hospitalares.

O diretor-geral do Ministério da Saúde de Gaza, controlado pelo Hamas, Dr. Medhat Abbas, disse à CNN que os hospitais do enclave “são usados ​​apenas para tratar pacientes” e não estão a ser usados ​​“para esconder ninguém”.

Depois de Israel ter lançado a sua ofensiva, o Hamas acusou os EUA de terem dado a Israel “luz verde… para cometer mais massacres contra civis”, utilizando a “falsa narrativa” de Israel de que Al-Shifa era usado como centro de comando.

A CNN não verificou as afirmações de Israel ou do Hamas.

Que evidências Israel deu? Depois de lançar o ataque na quarta-feira, Israel disse que os soldados localizaram um quarto no hospital onde encontraram “ativos tecnológicos, juntamente com equipamento militar e de combate utilizado pelo Hamas”.

“Em outro departamento do hospital, os soldados localizaram um centro de comando operacional e ativos tecnológicos pertencentes ao Hamas”, afirma o comunicado, indicando “que a organização terrorista utiliza o hospital para fins terroristas”.

Israel divulgou um vídeo para respaldar sua afirmação de um túnel no terreno de Al-Shifa. Na filmagem, o poço parece reforçado com concreto. Tubos e cabos expostos também podem ser vistos próximos à superfície. O Hamas rejeitou as conclusões como “mentiras infundadas”.

Os corpos de dois reféns israelenses – uma mulher de 65 anos e um soldado israelense – foram encontrados perto das proximidades do hospital Al-Shifa esta semana, disseram os militares israelenses.

Israel disse que ainda está trabalhando para expor a infraestrutura dos túneis e acrescentou que fornecerá mais evidências.

ONU pede acesso: O chefe dos direitos humanos das Nações Unidas apelou a Israel para que conceda à sua equipa acesso a Gaza para investigar as alegações concorrentes sobre a utilização de Al-Shifa como base do Hamas.

“Precisamos analisar isso tendo acesso. Não podemos confiar em uma ou outra parte quando se trata disso”, disse Volker Türk, o Alto Comissário da ONU para os Direitos Humanos, a Becky Anderson, da CNN, quando questionado sobre as alegações dos militares israelenses de que o Hamas estava escondendo armas no hospital.

Ele disse que a situação precisa de uma “investigação internacional independente, porque temos narrativas diferentes”.

Guerra

Hello, I'm Guerra, the voice behind this blog. I am a passionate Writer, dedicated to sharing my knowledge and experiences with you. I've been Writing Megazine Blog for 5 years, and I'm passionate about bringing you informative and engaging content on macdonnellofleinster. My mission is to Create Information. I believe that it can. Feel free to contact me via [email protected] with any questions or collaborations. Thank you for visiting my blog, and I hope the content is enjoyable and informative! Follow me on Social Media for more updates and insights on News Articles. Warm regards, Guerra

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button