Noticias

9 de novembro de 2023 Guerra Israel-Hamas PEJAKOMUNA


23h55 horário do leste dos EUA, 9 de novembro de 2023

Médicos Sem Fronteiras expressa preocupação com o “aumento dramático da violência” por parte das forças israelenses

De Mohammed Tawfeeq, da CNN

Os Médicos Sem Fronteiras, também conhecidos como Médicos Sem Fronteiras (MSF), disseram em comunicado na quinta-feira que estavam “testemunhando um aumento dramático na violência das forças israelenses em Jenin, na Cisjordânia”.

“Hoje houve um aumento na violência, com bombardeios e tiroteios generalizados”, dizia o comunicado da organização. “Esta manhã foram lançados panfletos no campo de refugiados de Jenin, pedindo aos residentes para evacuarem, muitos dos quais não têm lugar seguro para ir. As nossas equipas em Jenin trataram mais de 30 pacientes com ferimentos de bala e explosão desde 7 de Outubro.”

MSF disse ter testemunhado veículos militares israelenses impedindo que ambulâncias chegassem aos centros de saúde e entrassem nos hospitais. As equipes foram forçadas a encaminhar pacientes para hospitais mais distantes, dizia o comunicado.

“Os hospitais não são alvos e devem permanecer espaços seguros”, enfatizou MSF. Também apelou aos militares israelitas para pararem de disparar contra hospitais. “Os cuidados médicos não devem ser impedidos.”

O número de mortos na Cisjordânia ocupada por Israel desde 7 de outubro aumentou agora para 176, segundo o Ministério da Saúde palestino na quinta-feira. Além dos mortos, mais de 2.450 palestinos na Cisjordânia ficaram feridos desde 7 de outubro, segundo o relatório do ministério.

Os palestinos foram mortos pelas forças israelenses ou por colonos judeus, disse o relatório.

O chefe de ajuda emergencial das Nações Unidas destacou a terrível situação na Cisjordânia na quarta-feira, dizendo: “Mais uma vez, basta”.

“A situação está a ficar cada vez mais grave na Cisjordânia”, dizia uma publicação no X (anteriormente conhecido como Twitter) de Martin Griffiths, Subsecretário-Geral da ONU para Assuntos Humanitários e Coordenador de Ajuda de Emergência.

As Forças de Defesa de Israel (IDF) disseram à CNN na quinta-feira que “houve um aumento significativo nos ataques terroristas na Judéia e Samaria, com mais de 550 tentativas de ataque ocorrendo desde o início da guerra”.

Judéia e Samaria são os nomes bíblicos judaicos para a Cisjordânia.

“As IDF conduzem operações noturnas de contraterrorismo para prender suspeitos, muitos deles fazem parte da organização terrorista Hamas. Além disso, como parte das operações de segurança na área, foram instalados postos de controle dinâmicos em diferentes locais”, disse a IDF.

Guerra

Hello, I'm Guerra, the voice behind this blog. I am a passionate Writer, dedicated to sharing my knowledge and experiences with you. I've been Writing Megazine Blog for 5 years, and I'm passionate about bringing you informative and engaging content on macdonnellofleinster. My mission is to Create Information. I believe that it can. Feel free to contact me via [email protected] with any questions or collaborations. Thank you for visiting my blog, and I hope the content is enjoyable and informative! Follow me on Social Media for more updates and insights on News Articles. Warm regards, Guerra

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button